10 de março de 2015

O Circo dos Sonhos

Olá!
Hoje trago-vos um dos livros que tenho na minha lista de 'Quero Ler'. Já andava há algum tempo a procurá-lo, mas nunca com uma grande urgência. Um dia encontrei-o numa feira e estava a um bom preço (7.50), ora como eu sabia que ele estava a (16.50) e que provavelmente não o iria voltar a encontrar tão cedo, decidi comprar. Digo-vos que não me arrependo nada.
Desde já, a capa é muito bonita, apesar de ter cores simples. E a própria história também é assim, anda há volta de cores simples, mas sempre com muitos pormenores e fantasias.

Sinopse: Um misterioso circo itinerante chega sem aviso e sem ser precedido por anúncios ou publicidade. Um dia, simplesmente aparece. No interior das tendas de lona às listas pretas e brancas vive-se uma experiência absolutamente única e avassaladora. Chama-se Le Cirque des Rêves  (O Circo dos Sonhos) e só está aberto à noite.
Mas nos bastidores vive-se uma competição feroz - um duelo entre dois jovens mágicos, Celia e Marco, que foram treinados desde crianças exclusivamente para este fim pelos seus caprichosos mestres. Sem o saberem, este é um jogo onde apenas um pode sobreviver, e o circo não é mais do que o palco de uma incrível batalha de imaginação e determinação. Apesar de tudo, e sem o conseguirem evitar, Celia e Marco mergulham de cabeça no amor - um amor profundo e mágico que faz as luzes tremerem e a divisão aquecer sempre que se aproximam um do outro.
Amor verdadeiro ou não, o jogo tem de continuar e o destino de todos os envolvidos, desde os extraordinários artistas do circo até aos seus mentores, está em causa, assente num equilíbrio tão instável quanto o dos corajosos acrobatas lá no alto.

Acho que está super bem escrito e os cenários, as tendas são descritas com tantos pormenores que nos levam a imaginarmos perfeitamente o ambiente. Os 5 sentidos ficam apurados e digo-vos que fiquei com imensa vontade de provar a cidra de especiarias. Tenho imensa pena que só haja este livro e fico à espera do filme.
Eu adorei e digo-vos que sou uma reveur. Aliás quem passar por mim, facilmente me distingue dos comuns dos mortais. Agora, para saber como é que me distinguem têm de ler o livro…

2 comentários:

Elimino comentários ofensivos.