30 de outubro de 2014

Mais que as Mães - Joana Neves da Silva

Olá!!
Adivinhem o que acabou de chegar à minha caixa de correio? Pois... já viram o título seus malandros. É verdade recebi através de um passatempo da Diana Barbosa do blog Refúgio dos Liros o livro Mais que as Mães

Joana Neves da Silva pertence à blogosfera com o seu cantinho Mais que as Mães. Este, é o seu primeiro livro e tem como inspiração os seus três filhos Tomás, Tiago e Teresa. 
Tenho de admitir que a capa do livro está muito gira, aliás os seus filhos são mesmo adoráveis. 
Esta obra está cheia de peripécias e eu mal posso esperar para rir com elas. E vocês, estão curiosos?




Deixo-vos aqui a sinopse
"Não se faz nada nesta casa!"
Mentira. Faz-se tudo. Sem eles é que não faço nada. Foram almoçar a casa dos tios e eu estou aqui, bloqueada, sem o som da Xbox, da Wii, do SpongeBob e dos gritos da Té. Ouço ao longe um programa de culinária da SicMulher, sugerindo-me a preparação de uma refeição que é hoje desnecessária. O tempo não passa. Venham lá rápido desse almoço que este silêncio e esta paz estão a matar-me.

Quem dera a nós, adultos, seres aborrecidos e complicados, podermos erguer-nos a meio de uma reunião de trabalho e gritar:
"Pim, pam, pum, cada bola mata um, p'rá galinha e p'ró perú, quem se livra és mesmo tu! Ganhou o Fonseca. Vamos almoçar. O último a chegar à cantina é uma batata podre!"

A minha falta de interesse por jogos de consola prende-se principalmente com o facto de qualquer chimpanzé bem treinado fazer melhor figura do que eu com um comando na mão. Se tivesse jeito (e tempo) não tenho dúvidas que seria uma aficionada. Entendo o fascínio dos miúdos perante este universo e não sou fundamentalista em relação a isso. Resmungo quando acho que estão a jogar há tempo a mais? Claro. Eles ouvem-me? Às vezes.

“Mãe, o que é que aconteceu ao nariz do cão de areia da Cleópatra?”
“Antes de mais, algumas ressalvas de ‘pormenor’: não é um cão, é um leão e não é de areia mas sim de pedra. Uma única pedra. Uma das maiores esculturas de sempre lavradas numa única pedra.”
“Ok. E o nariz?”

5 comentários:

  1. muito bom

    xoxo
    annydajuba.blogspot.pt
    https://www.facebook.com/pages/Annydajuba/568481006584461?fref=ts

    ResponderEliminar
  2. Fiquei com imensa curiosidade de ler esse livro :D

    ResponderEliminar
  3. Não conehcia e achei bastante interessante! Que bela prenda!

    beijinhos,
    http://mrswonderlandby2.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Obrigada Beatriz :-)
    Um beijinho e boa leitura!

    ResponderEliminar

Elimino comentários ofensivos.