27 de setembro de 2013

Bibliotecárias!

Olá!
Quero-vos contar a minha recente experiência com a biblioteca da minha zona. Para ser mais específica, com as funcionárias. As minhas queridas amigas bibliotecárias! 
Eu gosto de depois das aulas, ir para lá estudar. Para além de ser um espaço muito mais acolhedor, tenho dicionários, livros e computadores. Digamos que tenho todos os recursos necessários para um bom estudo. 
A biblioteca está divida em dois andares: para crianças (em baixo) e para adultos (em cima). Ora, no andar Infantil há uma espécie de ATL. E como é de esperar está sempre uma barulheira. Sim, é verdade que ás vezes estão sossegados, mas nunca dura muito tempo. 
UntitledUma vez, decidi ir ao andar de cima porque tinha de ler um livro de Natália Correia. Cheguei lá e pedi muito educadamente pelo tal livro. A Sra. bibliotecária, olhou para mim e perguntou-me quantos anos tinha. Eu disse que tinha 14 mas que daqui a uns meses fazia 15. Disse-me que aquele andar era só para maiores de 16. Lá expliquei que tinha de ler aquele livro e que não se encontrava na parte infantil. E ela começou a pensar se devia ou não ceder-mo. Por fim, foi contrariada buscá-lo. Perguntei-lhe se podia lê-lo lá. Respondeu-me, embesourada, que não. Disse-me que os pequeninos não podiam estar lá. Fiquei logo chateada. Chamar-me pequena? A diferença de idade não é assim tão grande. E eu não sou baixinha. Para piorar a situação, estavam lá duas amigas minhas nas calmas a fazer os T.P.C's. Elas têm a mesma idade que eu! Contudo, bem-educada como sou, peguei no livro, disse obrigada e vim para o andar ao qual a pequenina pertence.
Uns dias depois, fui  à biblioteca outra vez, com umas amigas. Chegamos lá e fomos para o andar de cima. Desta vez, foi uma outra senhora e disse que tudo bem podíamos estar lá. Fizemos os trabalhos de casa e estudamos. Quando viemos embora, já não era a mesma que lá estava. Era a carrancuda. E digo-vos uma coisa se vocês tivessem visto a maneira como ela nos olhou... quer dizer, éramos pequeninas. Não podíamos estar naquele local sagrado. 
Não sei qual é o problema da maioria das bibliotecárias. Estão constantemente a dizer "Shiu", ouvem uma mosca "Shiu". Dá-se um passo "Shiu". Fogo, que irritantes. E são mesmo mal-encaradas... quer dizer, têm o privilégio de trabalharem numa casa cheia de livros e de poderem ler o que quiserem. E mesmo assim, são tão más. Não entendo!


Bem, tenho de me pisgar a chata chegou.

18 comentários:

  1. Na biblioteca da minha escola acontece imenso isso do "shiu". Mas não há secção dos pequenos porque é uma escola secundária, podemos ler o que quisermos :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na minha escola também, mas a conversa não é a mesma na da biblioteca municipal.

      Eliminar
  2. Ahah, a imagem está um espetáculo.
    Sabes que há duas maneiras (pelo menos) de as pessoas se imporem. Uma é pela competência, outra pela arrogância. E ser arrogante, quanto a mim, é a maior prova de incompetência que alguém pode dar. Alguém cercado de livros não se torna mais inteligente. Ou então um burro carregado de livros é um doutor. Ahahahahahah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens toda a razão, espero é que ela se habitue há minha presença. Não vou desistir facilmente. xD

      Eliminar
    2. Entretanto "cresces" e já podes ir para o piso dos adultos. xD

      Eliminar
  3. Já não entro numa biblioteca à algum tempo, mas quando andava no secundário era igual xD

    ResponderEliminar
  4. As biblotecarias devem ser quase todas assim

    ResponderEliminar
  5. O problema delas é o barulho que as pessoas fazem! ahah

    ResponderEliminar
  6. Olá Beatriz,

    Deixa-me antes de mais agradecer-te as visitnhas que tens feito à minha 'casinha'.

    E agora deixa-me dar-te os parabéns, escreves muito bem!
    É divertido ler-te, és fresca nas palavras e sabes prender o leitor!!

    Continua a investir que tens muito caminho bom pela frente.
    Beijinhos
    Zana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Zana, obrigada pelas palavras. É por pessoas assim fofas como tu que dá gosto ter um blog.
      Muito obrigada e beijinhos :D

      Eliminar
  7. Ah!
    E tomara a muitos 'crescidos' serem tão 'pequeninos' como tu ;)

    ResponderEliminar

Elimino comentários ofensivos.