16 de maio de 2018

O que aconteceu ao Sporting?

Eu não gosto de futebol, por isso não sou de nenhum clube nem nada que se pareça. No entanto, tenho uma opinião. Acho uma falta de respeito o que aconteceu com os jogadores do Sporting, para além de ter sido horrível os jogadores serem agredidos por cerca de 50 encapuçados que eram supostamente fãs do Sporting. Não entendo o que passa pela cabeça desta gente para ir a um centro de treinos espancar os jogadores. Se não gostam de como está o clube, reclamam, mas não partem para a agressão. O que é que ganharam com isso? Irem presos. Esta gente tem cérebro?

É ridículo! Tanto para o Sporting como para Portugal. Que boa imagem que passamos para o estrangeiro... Que bonitas manchetes nos jornais «vários jogadores são espancados por dezenas de adeptos raivosos»

Não entendo este país.

13 de maio de 2018

Queima do Porto ecológica - resultou ou não?

Olá!
Lembram-se deste post?

Depois de ir dois dias à Queima do Porto, venho-vos finalmente contar se a ideia de usar copos reutilizáveis no recinto funcionou ou não.
Inicialmente, pensei que iria ser muito confuso, porque existiriam grandes filas para as pessoas comprarem os copos e, por isso, haveria muita confusão. No entanto, não aconteceu nada disso. Os copos estavam disponíveis em todas as barracas, pelo que quando fossemos consumir pela primeira vez, podíamos comprar lá o número de copos pretendidos. Cada copo custou um euro e recebíamos, obviamente o copo, e um token que pode ser devolvido e somos reembolsados com 0.50 cêntimos.
No recinto existiam vários bebedouros para lavar os copos.
A FAP comprometeu-se a plantar uma árvore por cada 5 tokens que recebesse.
A meu ver foi uma boa ideia terem disponibilizado estes copos, porque acredito que se diminuiu bastante o número de copos que as pessoas utilizaram para consumir. Contudo, vi imensos copos de shots, perto das barracas, no chão e destruídos. Para além de que se via algumas pessoas com copos normais de cerveja, sendo que supostamente só deveriam existir os da queima. Imaginem só umas 30 barracas, sendo que cada barraca deve vender centenas de shots, agora pensem no facto de nenhum daqueles copinhos serem reutilizados. Já estão a ter uma ideia? Muitos copos partidos no chão, quando se poderia ter usado o copo reutilizável. Penso que no caso dos shots não funcionou, porque o copo só tem duas marcas a dos 20cl e a dos 25 cl se tivesse uma marca para shots seria melhor.

Para além disto, podia-se ganhar em algumas barracas fitas para prender ao copo. Bem sabemos que muitos estudantes chegaram a um ponto em que já estavam bêbedos e que era difícil relembrar onde pousaram o copo ou o que fizeram com ele.

No fim a ideia resultou e espero que para o ano continue e seja melhorada!

O que é que vocês acharam da ideia?

3 de maio de 2018

Queima do Porto ecológica?

Olá!
Li recentemente que este ano iam apostar numa queima das fitas ecológica, sendo que os copos seriam reutilizáveis. Os estudantes pagam um determinado valor pelo copo e ao final, se devolverem, recebem esse mesmo valor. 

Imagem de pink, hand, and hands
fonte
Acho que é uma exelente ideia, porque tendo ido o ano passado vi que estava tudo cheio do copos pelo chão. Se tivermos em conta que grande parte das pessoas vai beber imenso, então vai gastar muitos copos de plástico que não são reutilizáveis e que demoram centenas de anos para se decompor. Usado uma vez e 450 anos para decompor. 

Eu vou testar este ano e ver se esta medida foi cumprida. Depois digo-vos. Algum de vocês à Queima do Porto?