3 de abril de 2016

Broken - Despedaçada

Olá! Hoje trago-vos a minha última leitura que foi o livro Broken –Despedaçada da Tânia Dias. Esta obra chamou-me à atenção por causa da capa, aliás temos de concordar que a rapariga de cabelos ruivos destaca-se imenso no fundo meio azulado. Para além disto no meu Facebook e até mesmo no Goodreads estava constantemente a aparecer-me este título pelo que fiquei curiosa.
Sinopse:
«Assumir o seu papel como líder não estava nos planos de Alexia White, mas quando a sua mãe perde a vida num terrível assalto ao castelo, ela vê-se sem opções.
Num mundo onde os fracos se distinguem dos fortes pelos dons que possuem, Alexia está no topo da lista e precisa de aprender a lidar com os seus dons se pretende recuperar Starnyz das garras do traidor. Ian Bealfire, um homem que exala arrogância e prepotência por todos os poros, parece disposto a ocupar o lugar de seu Mestre.
Há quem diga que a jovem está destinada a salvar o mundo mas despedaçada pelas perdas que sofreu. Assombrada pelas memórias do passado, será mesmo capaz de salvar o mundo, quando nem a si parece ser capaz salvar?»
Opinião:
Em primeiro lugar, tenho de dizer que gostei da história e gostei essencialmente da evolução que a personagem principal, a Alexia, fez. No início do livro, achava-a aborrecida, porque chorava muito (eu sei que perdeu a mãe, mas seria de esperar que ela tomasse as rédeas e governasse com convicção e isso demorou a acontecer) e também porque não se expressava muito, nem aprofundava certos problemas. Se alguém dissesse algo no mínimo estranho ela não interrogava e deixava passar. Mas ao longo do livro vemos que a Alexia torna-se mais presente e ativa, começa a discordar e a fazer perguntas, a querer saber mais. Aliás acho que o ponto alto é a sua estadia em Katuak e quando volta para o seu povo. Aí sim volta mudada e muito melhor!
Uma coisa que também gostei foi a ideia de como o mundo surgiu, achei imensa piada há história dos Deuses e do que cada um fez para surgir o nosso mundo e ainda o facto de se usar o poder dos vários elementos (fogo, terra, ar, água, vida e morte) e ter-se de pedir autorização e ainda agradecer, um pormenor interessante. Gostei da forma como os cenários são descritos e construídos e ainda a forma de como as personagens falam/reagem ou determinados acontecimentos demonstram que algo está para acontecer. Ou seja, encontrei certos elementos que poderiam ser encarados como um presságio.
Acho que a única parte menos boa é o facto de não se ter aprofundado determinados personagens, por exemplo o Primo traidor, acho que podíamos ter mais informação sobre ele e até mesmo porque é que assaltou o castelo. E ainda sobre o Aaron e a parte da profecia.
Para terminar fico à espera do próximo livro!
Este post conta conta com a parceria de...

7 comentários:

  1. Não conhecia mas parece bastante interessante!

    ResponderEliminar
  2. Nunca ouvi falar... vou pesquisar!

    ResponderEliminar
  3. Não conhecia mas parece-me que ia gostar :)

    ResponderEliminar
  4. Respostas
    1. r: Eu estou em Economia e sinceramente só me vejo a trabalhar num banco ou numa empresa

      Eliminar
  5. Também li
    É leve
    http://lopesca.blogspot.pt/2015/12/livro-broken-despedacada-chiado-editora.html

    ResponderEliminar

Elimino comentários ofensivos.