12 de fevereiro de 2016

DUFF - A Amiga Feia e Gorda

Olá!
Hoje trago-vos um livro intitulado de DUFF - A Amiga Feia e Gorda de Kody Keplinger. Muito provavelmente reconhecem a palavra, porque este livro foi adaptado cinematograficamente.
Sinopse
«Apesar de não ser a rapariga mais gira do Secundário, Bianca Piper é espirituosa, inteligente e tem um grupo de verdadeiras amigas com o qual se diverte e sonha com rapazes. Bianca nunca pensaria em envolver-se com Wesley, o rapaz mais popular da escola, muito menos depois de este lhe dizer que ela é A Amiga Feia e Gorda e que serve apenas para realçar a beleza das outras. No entanto, a sua vida familiar desmorona-se, o que a atira para uma espiral de tristeza e insegurança. Nisto, dá por si a beijar Wesley. Os dois veem-se enredados numa relação de amor-ódio que tinha tudo para correr mal, mas que inesperadamente pode dar frutos…» Para mais informações...
Opinião
Desde já tenho de dizer que o livro não tem nada, mas mesmo nada a ver com o filme. Eu sei que digo isto muitas vezes, mas acreditem que a história é muito diferente!
Pensei que este livro fosse daqueles um pouco lamechas e demasiado adolescente, mas não é o caso. É verdade que aborda muito bem temas da adolescência que ocorrem em todo o lado, mas carateriza-se a adolescência americana de uma forma direta e real. Também menciona a dificuldade que nós (adolescentes) podemos sentir quando vemos o iminente divórcio dos nossos pais e quão difícil é ultrapassá-lo. Acho que essencialmente a maior parte das pessoas e digo isto, porque concordo, vai identificar-se com a personagem principal em determinados momentos. Principalmente o facto de pensarmos ‘’Não quero saber o que os outros pensam de mim’’, mas a verdade é que acabamos sempre por querer saber, e por nos influenciar um pouco. Este livro demonstra muito bem a dificuldade em manter este pensamento, quando somos constantemente confrontados com algo como ser a DUFF do grupo.
Ao longo de toda a nossa vida, já surgiram momentos em que nos sentimos como um(a) DUFF. Onde achávamos que os nossos amigos eram melhores que nós; onde pensamos que não nos enquadrávamos, ou por nunca sermos convidados para uma festa – quando toda a gente o é – ou por alguém falar connosco, quando na verdade o que quer é conhecer um amigo teu – sim, eu sei o que isso é. Quem disser que nunca passou por uma situação destas é mentira, toda a gente já pensou nisto. O Simples facto de termos amigos que nos tirem essa ideia da cabeça e que nos façam entender que não somos a amiguinha feia e gorda, é essencial. É horrível a sensação de exclusão ou diferença. Como a Bianca diria «Somos todos malditos DUFF.» e não nos devemos sentir mal por causa disso.

Este post conta com a parceria de..

4 comentários:

  1. Não conhecia o livro, mas fiquei com vontade de o ler!

    ResponderEliminar
  2. Li o livro e preferi mil vezes o livro ao filme

    ResponderEliminar
  3. O filme já vi e gostei mas acredito que o livro seja melhor :)

    MORNING DREAMS

    Sofia Silva, Beijos*

    ResponderEliminar
  4. Gostei muito do livro. Não sabia que tinha filme.
    ;)

    ResponderEliminar

Elimino comentários ofensivos.