14 de setembro de 2015

Minha querida biblioteca

É muito provável que os funcionários que trabalham na biblioteca da minha cidade me conheçam, porque ao número de vezes que lá vou já deveríamos ser amigos. Aliás, sou uma ‘’cliente’’ habitual e explico-vos porquê.
Primeiro, porque em vez de comprar certos livros que estão na minha lista do Para Ler aproveito e vejo se na biblioteca não há esse mesmo. Depois há aqueles momentos de pura inteligência. Por exemplo há uma saga que eu adoro, mas em vez de comprar os livros para completar a minha coleção e porque também não aguento a demora, simplesmente vou aquele edifício maravilhoso ver se por acaso não têm determinado volume. Resultado, muito dificilmente completo a saga. Um caso disso mesmo é a trilogia Divergente. Tenho o segundo e o último livro, mas não o primeiro, porque para além de não gostar da capa da nova edição, descobri-o na biblioteca e nunca o comprei.
📚
Not me
O melhor disto tudo é que quando propomos um livro que gostaríamos de ver por lá, eles de facto arranjam-no e tal aconteceu com A Cúpula. Até porque alguém decidiu preencher uma folha a dizer que seria uma boa compra.
Mas melhor de tudo é quando encontras determinados livros por casa que sabes que nunca lhes darás uma oportunidade, mas há quem dê e, por isso, decides doá-los à biblioteca. Mais tarde recebes uma carta toda catita assinada pelo presidente da câmara a agradecer por tal. Se bem, que ele provavelmente nem viu o que assinou.
E é por isto tudo, que hoje quando fui á biblioteca entregar os dois livros que me acompanharam semana passada (Finale e A cidade dos anjos Caídos) trouxe mais dois. Quando cheguei ao balcão para entregar e trazer outros, o senhor que já me deve conhecer estava tão atencioso (ou então é assim para toda a gente). Aliás quando bati com os olhos no livro Inferno de Dawn Brown, percebeu logo que também ia ser para levar.

Assim, trago José Saramago para casa e aviso que vai demorar uns tempos, enquanto Dawn Brown segue de volta daqui a uns dias.

4 comentários:

  1. Também gosto muito de ir à biblioteca, A minha biblio ao pé de casa encerrou para obras, só abre daqui a um ano/ano e meio :( posso ir a outras mas não é a mesma coisa e é muito mais longe.

    ResponderEliminar
  2. Raramente vou à biblioteca requisitar livros, manias! É que gosto mesmo de comprar os livros, até porque depois os tenho completamente marcados com setinhas coloridas nas citações que mais gosto :p

    ResponderEliminar
  3. Estou a começar a ler o Inferno de Dan Drown, estou muito curiosa.
    Adoro o ambiente das bibliotecas, é algo de entusiasmante!

    myblogtwtme.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Elimino comentários ofensivos.