6 de agosto de 2015

Penpal explicação

Olá!
Em relação ao post dos Penpals já recebi um email a responder a algumas das minhas dúvidas.

Quanto à parte de termos de dar a nossa morada e eu achar um pouco estranho, temos de entender que só fornecemos a nossa morada às pessoas que queremos. Normalmente, antes de chegarmos à parte de dar as nossas informações para nos contactarem por carta, ainda temos algum tempo para conhecer a pessoa que está do outro lado. Por isso, se acharmos que não devemos realmente corresponder com aquela pessoa, então não o fazemos.
Para além disto acho que não temos nada a perder, porque nós damos a nossa morada, mas a outra pessoa também dá a dela.
envelopesA Anna Marian do blog Miss Brightside disse que em relação a más experiências as únicas coisas que aconteceram foram ou pessoas deixarem de corresponder ou então não terem qualquer interesse nas cartas. Nada mais aconteceu.

Se quisermos de facto pertencer ao mundo do penpaling temos de nos inscrever num site, por exemplo, e temos de ter uma mente aberta.
Eu acho que é uma coisa muito gira, mas por enquanto acho que ainda não vou aderir. Até porque os meus pais gostam da ideia, mas também têm algum receio com a morada.

3 comentários:

  1. Haver esse contacto antes de efetivamente darmos a nossa morada é uma mais valia.

    ResponderEliminar
  2. Também acho o mesmo. A ideia é gira, mas sei lá, há tanto psico por aí...
    Talvez um dia!

    ResponderEliminar
  3. Eu acho bastante interessante mas, tal como tu, não me agrada andar por aí a dar a minha morada.

    ResponderEliminar

Elimino comentários ofensivos.