1 de junho de 2015

Festa da cereja

Olá!

Ontem fui com os meus pais a Resende, à Festa da Cereja. Nunca lá tinha ido, mas tirando as inúmeras horas que andamos de carro para lá chegar (porque não sabíamos bem o caminho) até gostei de ir. A paisagem é maravilhosa. Fomos por uma estrada que só tinha curvas e mais curvas, mas havia tantas árvores, nomeadamente cerejeiras que até foi bonito. Vimos o Doutro, com a sua água ‘’azul’’ que espelhava a luz. Pelo caminho encontramos imensos vendedores do famoso fruto de Resende. Afinal o que deu no Telejornal, há uns tempos, é mentira, porque há cerejas para dar e para vender. Aliás, muita gente dizia que a produção não tinha diminuído e prova disso era a quantidade de barracas cheias deste fruto docinho e maravilhoso. Havia para todos os gostos, umas mais escuras outras mais claras, mas todas docinhas e saborosas.
Há custa disso trouxemos duas caixas cheias, vai dar para fazer uma tarte e compota.

3 comentários:

  1. Já fui várias vezes a Resende, mas nunca na altura da Festa da Cereja, que é um dos meus frutos favoritos *.*

    ResponderEliminar
  2. Eu morro de amores pelas mais escuras. Fica uma caixa para ti e outra para mim =P

    ResponderEliminar
  3. Adoooro cerejas!

    Isabel Sá
    https://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Elimino comentários ofensivos.