23 de setembro de 2014

Photoshop. É mesmo necessário?

Olá!!
Hoje em dia o Photoshop é muito utilizado. Seja nas redes sociais, nas revistas e talvez nos filmes. Quando uma modelo faz uma sessão fotográfica para uma revista, o Photoshop está sempre presente. Seja para iluminar o cabelo, eliminar rugas, emagrecer os braços, branquear os dentes, eliminar a celulite e muito mais. No fim de todo este longo processo, a pessoa já não é a mesma. Simplesmente tem algumas pequenas caraterísticas que a identificam. Isso é desolador.
Estas imagens são irreais. Criar o chamado ''modelo prefeito'' e sabermos que é tudo falso. É tudo resultado de puxar um lado e reduzir o outro. É terrível como a sociedade fornece estas ilusões aos jovens. Já vimos várias imagens de atrizes e atores no antes e depois da modificação. E os resultados são tão diferentes, que vos digo: «Isto é preocupante!».
O mesmo acontece nas redes sociais. Escolhe-se uma fotografia das quarenta que se tira, passa-se por um filtro, altera-se um pouco o corpo, faz-se uns pequenos retoques e publica-se. Pouco tempo depois chovem likes, ou não e comentários a dizerem «Como estás diferente!» Porque será, certo? As pessoas que fazem isto estão a enganar-se redondamente. Há quem diga que é para melhorar a auto estima e outras coisas, mas na minha opinião, se eu editasse uma foto minha para ficar loira e depois fosse ver ao espelho e visse o meu cabelo escuro. Era um pouco ridículo não? Ou se andasse constantemente a publicar fotos nas quais tenho, sei lá, os olhos verdes e depois chegasse à escola com os olhos castanhos... Era estranho não?


Se pensarmos bem nós já nem sabemos o que é real. Fiquem com este vídeo e percebam o que eu quero dizer.


5 comentários:

  1. Eu nem sei trabalhar com photoshop.. mas até gostava de saber

    ResponderEliminar
  2. Sinceramente gostava de saber trabalhar com o photoshop, não para alterar imagens de pessoas mas por todos os efeitos e montagens que é possível fazer. Não concordo com essa utilização como o vídeo demonstra, é isso que leva a que jovens mais sensíveis e influenciáveis se sintam feias e inferiores e acabem com distúrbios de todos os tipos possíveis e imaginários. Não é justo fazerem-se comparações entre seres reais e imagens fictícios, simplesmente não é justo e as pessoas acabam sempre por se sentir desvalorizadas.

    ResponderEliminar
  3. Mias assustador é pensar que a juventude de hoje cresce com estas "referências" surreais... :(

    As pessoas têm de se aceitar conforme são.. e devem ter bem presente que este tipo de "imagem" é mera fantasia...

    Beijinhos
    Z.

    PS - Gostei :)

    ResponderEliminar

Elimino comentários ofensivos.