28 de maio de 2014

2# Adorava...

Olá!
A maioria das raparigas é muito picuinhas em relação aos seus cabelos. Eu não o sou. Também não sou desinteressada, tento cuidar deles e essas coisas todas, mas não sou obcecada. Conheço raparigas e rapazes que só de pensarem que vão ao cabeleireiro, têm um ataque de ansiedade. Ou então, precisam de se preparar mentalmente para tal. Eu tinha o cabelo comprido e cortei pelo queixo e não precisei de me mentalizar. Mas, sim, cada um é como é. Só estou a querer dizer, que acho estranho uma pessoa ficar assim tão perturbada, por algo que cresce rapidamente e volta a ficar como o desejado (em caso de erro). Eu já o cortei e foi uma autêntica loucura, porque fiquei muito diferente. Mas mesmo muito.
Uma vez fiz repas e como não queria ir ao cabeleireiro para as arranjar sempre que elas cresciam, eu cortava-as em casa. E em minha defesa, tenho a dizer-vos que ficavam muito mais certinhas do que quando lá ia. Aliás, os meus pais só desconfiaram uns meses depois, porque eu nunca mais pedia para lá ir. Isto foi no 8º ano.
Agora gostava de experimentar uma coisa nova. Quero fazer madeixas de uma cor diferente. Já vi imagens de muitas pessoas que têm o cabelo azul, verde, rosa, roxo e, por vezes, fica muito bem. Eu também gostava de o fazer. Não digo pintar o cabelo todo, porque não tinha coragem. Visto que iria perder a minha cor natural, mas gostava de pintar as pontas do cabelo assim não perdia tanto. Já que tenho de o descolorar, pois ele é muito escuro.
Só que os meus pais não me deixam.
Paciência.... Sempre tenho as latas de spray para pintar o cabelo no Carnaval... xD

K•K•J
Gostava de ter o cabelo mais ou menos assim.

8 comentários:

  1. Sempre tive o cabelo comprido e gosto de o manter assim. Já passei pela fase de «panicar» por ter que o cortar, mas agora não, agora não me custa nada. No final das férias de verão do ano passado cortei o cabelo pela metade, deixei as pessoas no cabeleireiro de boca aberta e a suspirar quando deram o primeiro corte enquanto eu permaneci pacifica :p ele volta a crescer.
    Nunca pintei o cabelo e também nunca senti vontade, mas também não tinha coragem para pintar com essas cores mais garridas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se corresse muito mal cortava-se outra vez e era como se não se tivesse passado nada.

      Eliminar
  2. Eu gosto das raparigas com o cabelo ao natural :P

    ResponderEliminar
  3. Eu tambem já experimentei muitas coisas com o meu cabelo, acho que as unicas coisas que não fiz foi rapar e pintar assim de uma cor mais fora do vulgar (porque os meus pai também não deixavam).

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  4. Já tive o cabelo longo (a baixo dos ombros) e quase rapei. :p radical ah? Não!
    Houve uma altura em que tinha o cabelo azul, todo. Azul escuro (marinho), mas era azul! :D

    vais ter muito tempo para fazeres essas experiencias ;) don't worry

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito radical mesmo! Eu quando era mais nova (primária) tinha o cabelo muito curto mesmo.

      Eliminar
  5. r. É uma boa ideia. Uma personagem que é doida. XD

    ResponderEliminar
  6. O meu como é suuuper encaracolado, não acho que fique bem só com as pontas pintadas, mas adorava pintá-lo de um vermelho escuro. Só ainda não o fiz porque: não tenho paciência para depois o andar sempre a pintar mas as raízes ficam horríveis, e porque ele já precisa de muuuita hidratação, se lhe meto tintas o gajo vira palha que é um mimo xD

    ResponderEliminar

Elimino comentários ofensivos.